Céu azulado, árvores para todos os lado e aquele lindo jardim a sua volta, era tudo que ela precisava. A dias estava tentando fugir de tudo e de todo, estava cansada da escola, do trabalho até dos seus próprios pais, ela havia chegado a um estagio que ela mesma não a conhecia.

Fez uma das suas maiores loucuras, pegou o essencial, entrou no carro e seguiu rumo a fora. Todos já sabiam que não adiantaria nada tentar impedi-la, por isso, nem o fizeram ela mesma já sabia que devia ter tomado essa atitude a muito mais tempo, mas como sempre o tal do medo estava ali para impedi-la.

Resolveu enfrenta-lo, e agora ela ali, parada diante daquela vista maravilhosa, percebeu que valeu a pena enfrentar esse tal medo. Eis que uma lágrima rola em seu rosto, ela não a limpa pelo contrario, deixa que muitas outras delas também caiam. Enquanto isso ela se senta na grama e só a fica a observar, o canto dos pássaros, as nuvens, as crianças brincando, o por-do-sol… aquele por-do-sol que lhe trouxe muitas lembranças.

E percebeu que o sentido da vida está nos pequenos gestos, nos pequenos detalhes.

Anúncios
Publicado em: Sem categoria

13 comentários sobre “

  1. Beatriz disse:

    Olha, Gabi, desculpa, mas dessa vez não entendi direito onde você quis chegar com o texto.
    Só estou dizendo isso, pois quero o seu bem, é apenas uma critica construtiva 🙂
    E se não concordar tudo bem!
    Mesmo assim gostei do inicio do texto, você poderia fazer um conto com ele…
    =* beijosmil

  2. Beatriz disse:

    ah! desculpe caso mande algum recado no orkut é que faz um tempinho que eu não entro, o email é diferente e tem que sair de um pra entrar no outro (Blogger e Orkut), mas obrigado pelo comentario no texto, é de uma prima minha, não meu, só os outros são.

    agora definitivamente:
    =* beijosmil.

  3. Carolzinha Hermanas disse:

    Nossa, perfeito texto *_*

    Ás vezes precisamos disso.Fugir de tudo e ficar sozinho.
    Eu estou precisando disso.
    Chorar sozinha , pensar na vida e nas pequenas coisas que fazem dela maravilhosa.
    Isso faz um bem danado 🙂

    beiejo!

  4. Beatriz disse:

    mas o que importa é escrever assim mesmo com o coração, mesmo que não faça sentido.
    obrigado 🙂

  5. Gui hurts disse:

    “E percebeu que o sentido da vida está nos pequenos gestos, nos pequenos detalhes.”

    … Nos pequenos medos … Adorei esse texto, de uma certa forma me indentifiquei no comecinho. Adoro o que você escreve, hoje em dia tá cada vez mais difícil achar pessoas que escrevem coisas legais.

  6. Beatriz disse:

    ah! é o texto sonhos, embaixo do saudades e egoísmo que eu fiz para você, mas leia os dois e somente tá? ^^
    be&josmil.

  7. Beatriz disse:

    é mesmo ficou meio triste, mas foi o que eu estava sentindo quando eu o escrevi, foi verdade aquilo que descrevi no texto.

  8. Emile disse:

    Sua delicadeza me encanta, não daria uma nota para esse conto, por que os numeros so iriam atrapalhar as letras, mas que ficou lindo, ficou! 😉

  9. Daniel disse:

    Olá, obrigado pela visita no meu blog, espero que apareça mais vezes.

    Sempre em algum momento precisamos de nós mesmos, e é nessa hora que temos de ter coragem para fazer algo que temos de fazer sozinhos e para gente mesmo.

    Gostei da postagem.
    Beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s