É amor


Muitas pessoas me perguntam como que eu consigo namorar a distância.  Simples, namorando.  É fácil?  Não.  Tem muita saudade? Sim. Tem que ser paciente, compreensivo e tudo o mais? Sim, e ao dobro.

São Paulo —> Mariana. Brasil —> Colômbia. É, a ponte aérea está cada vez maior, e dessa vez são seis meses sem te ver. Difícil não? Mais não impossível.

Gosto de pensar que nós somos a exceção, porque afinal nos acostumamos com essa rotina, não brigamos, trocamos todos os segredos, você pra mim vem em primeiro lugar e vice-versa, apoiamos os sonhos dos outros (mesmo não querendo)… E nos amamos.

Não sei se as vezes parece indiferença,  mas de vez enquanto prefiro não pensar em você. Sim isso mesmo, porque doi e os olhos já começam a marejar de lágrimas. A saudade bate ai já viu neh! Não tem como eu sair correndo e me atirar em seus braços (coisa que quero fazer a todo momento).

Escutar a sua voz todos dias – mesmo que pelo skype – já faz com o sorriso mais sincero e o brilho nos olhos, brotem em meu rosto. Que o dia se torne mais completo e colorido. Não te trouxe só no coração,  mas no meu corpo inteiro.

Mozi

Anúncios
Publicado em: Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s