Pela beleza de observar a vida


2015 foi o ano que mais fiz menos coisas, mesmo ter passado o primeiro semestre na Colômbia, que para muitos já é muita coisa, e que para mim é pouco. Irônico não? Mas para falar a verdade desde que entrei na faculdade, mudei de cidade e comecei a viver uma nova vida, o meu ritmo interno também mudou, começou a ficar mais lento, mais observador.

Por um lado estranhei essa mudança, mas por outro já me acostumei com o fato de viver as coisas ao seu momento. Querendo ou não a Gabriella paulista, atarefada, sempre indo de um lado para o outro e sempre querendo fazer mil coisas ao mesmo tempo, aprendeu que com o tempo temos que começar a priorizar coisas e momentos.

E foi com esse priorizar que passei a observar mais ao meu redor, aproveitar um por-do-sol, uma tarde de bobeira, um simples telefonema, um olhar, um sorriso, as oportunidades e o mais importante, as palavras. Sim, as palavras. Aquelas que as pessoas falam, que os cantores cantam, que namorado escreve e as que os poetas recitam.

E com toda essa mudança interna e externa, eu também te convido a observar mais a vida, as coisas simples, o que te rodeia no dia a dia, os pequenos gestos e principalmente aquelas coisas que fazem transbordar os sorrisos mais sinceros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s